Pesquisar neste blogue

domingo, 28 de março de 2021

 

Se eu chorar

 

A luz do sol refletida no espelho do meu quarto encandeia os meus olhos lacrimejantes prestes a jorrar um rio de lágrimas contidas pelas comportas da saudade, das lembranças submersas nas recordações de um passado longínquo abafadas pelo tempo, mas tão presentes como a aurora matinal molhada pelas gotas de orvalho que como um cristal reluzem nos meus pensamentos.

Se eu chorar será
para desabafar. Não te culpes estrela solar que aqui vieste com os teus raios reluzentes para resgatar o brilho no meu olhar.

Se eu chorar será para afagar esse momento melancólico que me prende a alma na solitude do meu ser.

Seu eu chorar será para libertar esse sentimento quebrantado que trago no peito sufocando o meu coração
pelos recordos dos momentos felizes que só um grande amor pode testemunhar.  

Autora: Gracimar Martins               

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Foi preciso abrandar.

Foi preciso o planeta abrandar, empurrado por uma força estranha que não se sabe de onde nem porquê, mas que é difícil de controlar e que contamina levando ao desaparecimento dos mais vulneráveis, instaurando o pânico hospitalar, que de uma forma descontrolada se alastra, sem recursos que possa travar.   
Foi preciso abrandar toda a pressa, toda a ambição movida pela ganância do ter pensado unicamente nas necessidades individuais, sem se importar com quem realmente precisa.
Foi preciso abrandar para se reconhecer que basta um inimigo invisível para tudo acabar.
Foi preciso abrandar respeitando as regras impostas pelo sistema de governo para uma calamidade não se instalar, levando a um isolamento social no conforto do seu lar, para muitos uma frustração, para outros uma grande preocupação por não ter onde se abrigar e nem onde trabalhar. Foi preciso abrandar  para valorizar cada minuto do dia que agora  parece passar demasiadamente lento sem a pressa habitual de sair para trabalhar, estudar e se exercitar, sobrando ainda algum tempo para junto dos que se ama estar. Foi preciso abrandar para que a vida possa continuar e o planeta se renovar da constante poluição que assola o ar.
Foi preciso o planeta abrandar para valorizar quem na linha da frente combate na guerra contra o inimigo silencioso e uma vida poder salvar. 
Foi preciso abrandar para juntos numa só nação, os países juntem as mãos com o objectivo de encontrar a solução independente de interesses políticos e económicos para que  tudo possa voltar para o seu devido lugar, dar fim a essa pandemia que ameaça a economia que gera emprego e desenvolvimento para que a humanidade possa subsistir.
Foi preciso abrandar para recomeçar e valorizar o planeta que com sua imensa beleza estava a deteriorar-se. Foi preciso abrandar , para que a humanidade venha se regenerar,   corrompida  pela falta de valores morais ético e sociais. Que este surto epidémico seja uma chamada de atenção para que haja  renovação na socialização e que venha a nascer um mundo melhor, livre de todo o mal que degenera a nação. Que o espírito solidário e o sentimento de união vivido nesta época difícil possa ser mantido também quando a tempestade passar  e a vida retomar o seu percurso natural. 
Gracimar Martins.


             

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Levando a vida.

Levando a vida com sorriso no rosto e alegria no coração, viver o hoje sem temer o amanhã, o que têm que acontecer fica pro futuro se encarregar de desvendar. Viver o agora sem pressa nem receio aproveitando cada momento que o amanhecer nos presenteia a cada novo dia, deixemos os lamentos os desabafos e os tormentos que causam sofrimentos e que nos levam para um deserto de escuridão, sejamos confiantes com a chama acesa do coração, onde a luz ilumina tudo que se aproxima em nossa direcção.  





  


segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Os 5 sentidos

 Como o ser humano é perfeito! Perfeito pelas mãos do criador, não me canso de observar cada detalhe, tudo tem o seu objetivo, os sentidos por exemplo: A visão, o olfato, o paladar, a audição e o tato, são funcionalidades no corpo humano que nos proporcionam verdadeiros sentido a vida. Todos são importantes e fundamentais para nos comunicarmos com o meio físico e espiritual, através da visão podemos observar o mundo que nos rodeia , admirar a beleza da natureza, olhar para nós mesmo e para os outros, ficamos maravilhados com a perfeição da criação, o olfato o sentido que nos permite sentir o cheiro, seja ele agradável ou não, podemos através do cheiro nos recordar de um lugar, pessoas e momentos especiais como é extraordinário esse sentimento que nos traz recordações, o paladar o sentido onde podemos saborear os diferentes tipos de sabor proporcionando um momento de degustação e satisfação seja em momentos a sois ou em convívio social e familiar, é uma forma agradável de interagirmos nos reunindo com quem mais gostamos. A audição um sentido que nos liga através dos sons aos ambientes naturais ou através de transmissores de sons, é um meio de comunicação verbal onde podemos expressar sentimentos e opiniões em diferentes contextos. Como é calmante ouvir os sons da natureza, as ondas que vão e vem, as árvores com os ventos a balançar, os pássaros à cantar, ouvir uma canção que nos calma o coração ou que nos faz alegrar, e o tato esse sentido que nos proporciona o toque, o pegar o sentir o que é palpável, uma sensação de satisfação por estarmos vivos e em contacto com mundo. São cinco os sentidos que nos fazem perceber que a vida é para VIVER!... E tudo que nela existe, Deus fez para nós, e tudo tem um sentido na existência do mundo, não precisamos de um sexto sentido para perceber que Deus quer que sejamos felizes. 
Autora: Gracimar Martins  

     

terça-feira, 5 de março de 2019

saudade que nos faz relembrar.

 No peito trazemos a saudade que nos faz relembrar dos momentos vividos marcados pelas histórias que a vida nos quis proporcionar, Não importa o tempo que passou, se choramos ou se sorrimos o importante que tudo marcou, verdade ou ilusão tudo ficou gravado na memoria do coração. As lembranças nos faz recordar detalhes que o tempo não consegue apagar, o ontem passou deixando marcas do que se foi, mas as janelas do horizonte se abriram e ao longe, bem longe se pode avistar uma longa estrada para caminhada da vida continuar. O futuro é incerto, é certo que até se pode programar traçando metas, por vezes difíceis de se concretizar, quando o destino nos dá volta a vida pregando partidas que os faz recuar. A vida é mesmo assim uma verdadeira incógnita, não se sabe o que mais a frente se vai encontrar. A cada novo passo que damos em frente fica a certeza que viver é caminhar para a vida, em busca de uma nova história para ser vivida plena de acontecimentos que nos faça recordar cada momento que o tempo sem contra tempo guardará nas lembranças do pensamento para um dia podermos com saudade relembrar.   
Gracimar Martins.

                           

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Presente de Natal

Presente de Natal uma oferta com carinho que queremos ofertar, seja grande ou pequenino o seu valor não se pode calcular, o mais importante é a intenção de quem oferta com amor no coração. As prendas vamos embrulhar com papeis de multicor e laços para enfeitar e debaixo da árvore de Natal arrumar. As crianças vivem um sonho esperando a visita do Pai Natal, com um grande e vermelho saco as costas a bater à porta ou quem sabe descendo a chaminé enfeitada de bolas coloridas e um sino para avisar quando o Pai Natal chegar, um doce ele vai saborear para as energias reforçar e a outras crianças poder visitar com seu Ho, Ho, Ho! E o presente que a criança espera feliz o entregar.
Feliz Natal.
Autora: Gracimar Martins.







             

sábado, 8 de dezembro de 2018

Noite Feliz

Noite Feliz é o que Desejo à todos que no dia 25 de Dezembro se reúnem para celebrar o Natal, data festiva que se comemora o nascimento de Jesus. Natal Noite de alegria, partilha e união onde juntos damos as mãos em fraterna comunhão. Sorrisos, lágrimas e lembranças, sentimentos que tocam os corações sensíveis por não poderem confraternizar com quem mais desejariam estar. O sino toca meia Noite para nos recordar que o menino Jesus nasceu e a Ele devemos ofertar louvores, honras e glórias, para que Ele Jesus o Rei dos Reis continue a reinar em cada coração que se encontrem a festejar a Noite de Natal com a Estrela a brilhar.
Um Santo e Feliz Natal.
Autora: Gracimar Martins.